6 dicas para otimizar o espaço em apartamentos pequenos

Espaços pequenos pedem boas ideias de armazenamento para aproveitar todos os cantinhos disponíveis. Veja a seguir seis dicas espertas para fazer caber o máximo possível, mesmo com metragens reduzidas

A divisão dos cômodos no projeto do designer Nikola Kungulovski deu um visual mais amplo ao espaço de 35 m² (Foto: Behance/ Reprodução)

Nas metrópoles, é cada vez mais comum a criação de residências menores, mas com espaço suficiente para oferecer praticidade e conforto aos moradores. O segredo envolve uma série de estratégias para melhorar o ambiente, como divisórias, mesas dobráveis e camas escondidas. Além disso, para não abrir mão do estilo, existem formas de guardar seus pertences sem deixar que o espaço pareça apertado ou bagunçado. Aqui vão algumas dicas:

1. Conheça os seus pertences

Antes de mudar de casa, liste tudo o que você tem. Isso vai te ajudar a criar um plano de organização. Mas lembre-se que os excessos devem ser cortados. Roupas que estão encostadas no fundo do armário e acessórios e utensílios que não são utilizados com frequência devem ser eliminados. Antes de sair comprando novas peças para decorar o local, certifique-se que há espaço para elas e que nenhum dos móveis que você já tem correspondem às mesmas utilidades. Além disso, saber a quantidade e tamanho das coisas que você tem pode te ajudar a saber quanto espaço você precisa. Isso também auxilia na determinação da funcionalidade de cada cômodo. O que é preciso ter na sala? O que é necessário estar no quarto? São perguntas que você deve ter em mente ao se mudar para um local menor.

2. Cada coisa no seu lugar

Para manter a praticidade, as coisas que você usa todos os dias devem estar em locais acessíveis. As roupas de inverno, por exemplo, podem ser guardadas na parte de cima dos armários, onde é mais difícil de pegar. Já as roupas que você usa com maior frequência devem estar a seu alcance. Separe os seus pertences em categorias, e assim você descobrirá o que deve ficar “escondido” e o que deve ficar próximo a você.

3. Faça o melhor uso dos seus armários

Casas pequenas, geralmente, vem com armários pequenos. Se você é uma daquelas pessoas que possui bastante roupa, prepare-se para utilizar o espaço da melhor maneira. Uma opção interessante é instalar uma prateleira ou arara para garantir mais espaço. Há também a opção de colocar gavetas maiores ou uma pequena estante para os sapatos do lado de fora do armário.

Projeto de casa de 40 m² do designer Unicum Buro (Foto: Newzboys/ Reprodução)

4. Otimize o uso da sua cama

Camas com locais de armazenamento são uma boa pedida. Não é necessário comprar uma cama dobrável, mas você pode optar por aquelas que vêm com gavetas ou baú embaixo do colchão. Caso haja espaço debaixo da cama, você pode comprar cestos para guardar itens que, geralmente, ficam perdidos pela casa.

5. Seja realista ao comprar móveis

Antes de tomar decisões sobre quais móveis devem de fato estar na sua casa, pense no seu estilo de vida. Nem sempre somos do tipo de pessoa que deixa tudo organizado e uma baguncinha faz parte. Seja realista sobre o espaço e garanta que os móveis caibam em seus devidos lugares. Além disso, se você não é uma pessoa que gosta de receber amigos em casa, você não precisa de uma mesa expansível, por exemplo. Ter objetos multifunções não significa que você vá utilizá-los sempre.

6. Invista em prateleiras e alguns toques de decoração

As prateleiras podem ser as melhores amigas de uma casa pequena. Apesar de deixarem todo o conteúdo exposto e necessitarem de organização para uma boa aparência, elas também acomodam peças de decoração e trazem praticidade. Você não precisa guardar todos os seus pertences em armários. Os pratos e copos podem ficar em uma prateleira, enquanto as caixas de comida podem o ocupar um espaço mais escondido. Os ganchos nas paredes também podem servir para guardar suas jaquetas, desocupando espaço no armário.

Fonte: https://revistacasaejardim.globo.com/