3 Dicas de Feng Shui para casas e apartamentos pequenos

O Feng Shui para espaços reduzidos, casas ou apartamentos pequenos, não diferencia muito do Feng Shui para ambientes maiores. Na verdade, quando temos uma limitação de espaço, nosso desafio é ainda maior. E por isso, exigem alguns cuidados extras em sua aplicação.

Vale refletir muito bem sobre a funcionalidade e praticidade da decoração, quando se tem uma limitação de espaço, optando sempre por móveis menores, suficientes para abrigar apenas o que for útil, sem ocupação de espaço desnecessária.

E, mais do que apenas olhar para os móveis, precisamos priorizar um bom fluxo de energia (chi) nos ambientes para que possamos garantir os benefícios do Feng Shui.

A energia deve entrar suavemente nos ambientes sem bloqueios. Em lares menores, onde os caminhos de energias são mais restritos, ter uma boa quantidade de chi (energia positiva/vital) entrando em um local claro, convidativo e aberto se faz ainda mais necessária.

A energia entra e transita em nossos lares como se fosse uma pessoa, e ela pode caminhar, tropeçar ou esbarrar em móveis e objetos da mesma forma que a gente.

Como nossa casa espelha nossa vida, quando temos bloqueios e barreiras espalhados pelos nossos ambientes, vamos atrair bloqueios e barreiras também para nossa vida. Seguem alguns exemplos: móveis no meio do caminho atrapalhando a passagem (mesinha, banquinho, poltrona, aparador, vaso grande,…), bagunça espalhada pelos ambientes, etc. Tudo isso pode ser um obstáculo e gerar uma dificuldade de circulação.

Sempre há algumas soluções que podem ser colocadas em prática para melhorar ainda mais seus espaços. Por isso, reuni aqui várias dicas para te ajudar nessa tarefa e nesse desafio de garantir um bom fluxo de energia mesmo em espaços limitados e reduzidos… Vamos lá?

1. Tenha móveis proporcionais ao espaço

Você tem um espaço reduzido e recebe visitas apenas esporadicamente, e mesmo assim, tem uma mesa de jantar enorme para acomodar todo mundo nestes eventos nada frequentes?

Você prefere passar o ano inteiro desviando de uma mesa enorme, pois sua família e amigos te visitam às vezes?!

Saiba que , segundo o Feng Shui, quando você tem móveis atrapalhando a passagem é como se você mandasse uma mensagem para o Universo de que é normal encontrar barreiras e obstáculos pelo caminho, e ter sempre que desviar deles para a vida fluir!

Avalie suas reais necessidades x tamanho do seu espaço…e encontre um equilíbrio

Avalie agora mesmo: seus móveis estão adequados ao espaço que você tem? Ou são maiores e super dimensionados para sua necessidade diária?

Faça essa reflexão.

É fundamental manter a proporção em todos os espaços, de acordo com o número de pessoas que moram na casa ou que frequentemente a visitam.

Você já entrou em uma enorme sala de jantar com uma pequena mesa ou teve que espremer seu estômago para andar em torno de uma enorme mesa de jantar em uma sala do tamanho de uma caixa de sapatos? Se sim, você entenderá a importância da proporção no conforto de um espaço.

Equilíbrio é o objetivo do Feng Shui qualquer que seja o espaço, grande ou pequeno, comercial ou residencial. Ele é a meta a ser atingida sempre. Só se consegue o equilíbrio por meio de boas escolhas. Logo, tenha muita atenção nas escolhas de seus móveis e nas proporções deles.

O Feng Shui adota o conceito de que, os espaços devem ser proporcionais para que sejam aconchegantes e agradáveis. Deixe espaço suficiente para as pessoas e energias positivas se movimentarem sem problemas e limitações.

2. Garanta um bom fluxo de energia pelo espaço

De acordo com o Feng Shui, nosso corpo está associado a uma área da casa. Ter passagens obstruídas pode sinalizar possíveis problemas cardíacos e de circulação, problemas com veias e artérias do corpo.

Os espaços de circulação e passagem em nossos ambientes são considerados como as “artérias” da casa no Feng Shui. Portanto, é importante também que você distribua o mobiliário adequadamente, sem “obstruir” as “artérias” dos cômodos de sua casa e garantir assim um bom fluxo de energia (chi) circulando por todos os lugares da casa ou apartamento.

Saiba que não é nada bom encontrar obstáculos no meio do caminho, seja um móvel ou um objeto fora de lugar… Mantenha a passagem sempre livre para as boas energias circularem abundantemente pela sua casa e pela sua vida.

Vale a pena investigar o que pode estar causando esse desequilíbrio nos acessos e passagens da sua casa!

Se a energia não flui adequadamente pelos seus ambientes, sua vida também não fluirá. Você não se sentirá energizado, sua casa ficará pesada com energia represada. Quando as energias não fluem, a saúde piora, o dinheiro some, a prosperidade fica bloqueada, os relacionamentos ficam complicados, as oportunidades não chegam.

3. Posicione corretamente seus móveis

Uma correta distribuição dos móveis é essencial para permitir que a energia (chi) flua livremente por toda a casa. É preciso que a energia encontre espaços livres para poder circular pelos ambientes… Então, ter um mobiliário todo juntinho, aglomerado, fechado, pode dificultar esse “caminhar” das energias pelos espaços.

Uma distribuição incorreta dos móveis e objetos decorativos pode resultar em uma redução de mobilidade e também de fluxo, resultando em energia chi estagnada acumulada.

A escolha do mobiliário impacta diretamente na energia dos espaços. Cada cômodo da casa precisa permitir que a energia chi se mova a partir da entrada, flua pela sala e depois circule para continuar passando por todo o restante da casa, vitalizando e percorrendo todos os ambientes fluidamente.

Certifique-se de que todos os móveis estejam dispostos de modo a permitir um fluxo positivo ao redor deles. Podemos chamar de fluxo positivo um fluxo leve, constante, fluído, livre. Garantimos esse bom fluxo quando temos espaço livre para circulação. A energia deve poder circular tranquilamente sem esbarrar em nada pelo caminho.

Deixe o seu espaço muito mais convidativo e agradável mantendo uma boa circulação ao organizá-lo seguindo as diretrizes do Feng Shui.

Fonte: https://maisfengshui.com/