5 dicas importantes para alugar seu imóvel

Pensando em alugar seu imóvel? Ok. Mas antes de qualquer coisa, não deixe de conferir as 5 dicas que a Shortstay traz para você ter segurança, comodidade e faturar com seu imóvel sem dor de cabeça.

1 – Quem fará a administração do imóvel?

A primeira dica é decidir quem vai administrar o seu imóvel: você (proprietário), um corretor de imóveis ou uma imobiliária? Se decidir alugar o imóvel por conta própria, indicamos se informar sobre leis e amparos do mercado imobiliário. Assim, você evita dores de cabeça e irregularidades com o contrato e outros proeedimentos.

Mas, se preferir optar por uma imobiliária que faça a gestão do imóvel, pesquise pelas empresas do segmento que possuam tradição, flexibilidade e boa reputação no segmento de locação em sua região.

É importante lembrar que recorrer a uma imobiliária facilita sua vida, pois reduz drasticamente as chances de alugar seu imóvel para o inquilino errado ou ter problemas com contrato. Por exemplo, irá evitar que você se preocupe com documentações, encargos e toda a parte burocrática do negócio.

2 – Não esqueça da vistoria

Faça uma vistoria bem detalhada para verificar as condições do imóvel e conserte o que for necessário. Desse modo, atente-se ao estado da pintura, vidros, parte elétrica, mobiliário, infiltrações e etc. Assim, você aumenta a valorização do imóvel e aluga mais rápido e com maior segurança.

3 – Defina o preço do aluguel

Depois de fazer uma boa vistoria do imóvel e deixá-lo esteticamente interessante, é necessário estipular o preço do aluguel. Pode até parecer fácil se considerar só o valor do imóvel e despesas cotidianas.

Porém, para estipular o melhor preço de aluguel é importante ter a noção de outros fatores de mercado. Dentre eles, o impacto da localização, área privativa, estado de conservação e também da relação entre o preço médio e a demanda por região.

4 – Valorize o anúncio do imóvel

Outra dica importante ao colocar seu imóvel para alugar é criar anúncios eficientes. Nesse sentido, atraia a atenção de futuros inquilinos publicando o imóvel nas redes sociais e outros canais digitais.

Para isso, invista em uma boa câmera, tire fotos dos ambientes com ângulos que favoreçam as áreas e mostre o imóvel com uma boa iluminação.

Além disso, ao divulgar o imóvel para locação, não esqueça de criar um texto completo. Nele, deve conter as principais informações sobre a casa ou apartamento. Por exemplo, preço, localização, telefones para contato, tamanho em m², quantidade de quartos, se possui garagem e área de serviço.

5 – Converse com os interessados

Antes de decidir o inquilino e fechar o contrato de aluguel, converse com todos os interessados no imóvel. Com uma boa conversa, você compreende o perfil da pessoa, conhece sua saúde financeira, expectativas ao alugar seu imóvel e garante mais segurança na negociação.

Quanto mais informação, melhor, pois elas irão te ajudar na decisão de estabelecer o tipo de garantia do imóvel (fiador, seguro fiança, título de capitalização, entre outros).

Por fim, é importante ponderar a negociação do imóvel. Para isso, invista nos serviços imobiliários de qualidade. Com eles, você tem maior auxílio na tomada de decisões, segurança e agilidade no contrato de locação.